terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A inveja e suas consequências !! (6ª Parte )

Tiago 3-14~16...Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. 


Quarta consequência que a inveja causa no homem Porfias                                                                         


Porfia segundo o dicionário significa discussão, disputa, luta, teimosia. 


Na relação das obras da carne de gálatas 5-22 a palavra usada para porfia é "eris", que significa desavença, contenda. 
Porfia fala da atitude de luta, briga e peleja da ambição, egoísta, a cobiça pelo poder,divergência de pensamentos.


2 Coríntios 12:20...Porque receio que, quando chegar, não vos ache como eu quereria, e eu seja achado de vós como não quereríeis; que de alguma maneira haja pendências, invejas, iras, porfias, detrações, mexericos, orgulhos, tumultos; 
Agora que ja sabemos definir o que é porfia, passaremos a aprender como elas surgem, suas causas e consequencias.
Primeiramente o coração movido pela carne vive cheio de inimizade, logo, é gerado na mente o desejo hostil com relação ao irmão, desejo este que na primeira oportunidade entra em contenda e luta, no inicio trata-se de disposição mental hostil, em outras palavras "doido para arrumar confusão" que causa os mais variados problemas, brigas que podem vir em forma de contendas, ofensas e até mesmo agressões de uma maneira inesperada entre as pessoas dando origem a dissensões e divisões                                                                                                                                                                        .

Causas-: como vimos. as porfias origina, dissensões e divisões do mesmo modo que a inimizade, ainda mais a porfia anfraquece a unidade da igreja e por se tratar de algo exterior, o testemunho cristão é prejudicado podendo gerar escândalos.

1 corintios 1-11...porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da familia de cloé, que há contendas.                                                                                                                                                                     Quando Paulo escreve a primeira carta aos Corintios, ele diz que havia contendas entre os crentes daquela igreja, essas contendas eram brigas e disputas oriundas de divisões partidárias.
A gravidade está no fato de que qualquer pessoas poderia observar claramente a desavença existente entre eles sendo uma prova externa de desunião da igreja.
Não deve ser costume de crentes em Jesus contender entre si, 1 Corintios 11-16, Mas se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.
2 Timoteo 2-23,24, E rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas, e ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor.                                                                                                                                                                                   
Trazendo para a pratica é inadmissível, ver irmãos brigando entre si na igreja, isso é uma prova de carnalidade.Mais uma vez vale lembrar a palavra de Paulo, "Ao servo do Senhor não convém contender", a porfia é obra da carne, consequencias de invejas e quem realmente é guiado pelo Espírito Santo de Deus, não deve ter esse hábito em sua vida.


Pastor Wilson Leal


    
                             

                                                                                                                                                                                                                    

                                                                                                                                                                  

                                                                                                                                                                       
                                                   

Um comentário: